Terapia do Oil Pulling – O segredo para uma saúde bucal perfeita.

A primeira vez que tive contato com a Terapia do Oil Pulling foi ao final do ano de 2012, desde então venho fazendo, em média, 2 vezes por dia. Cheguei ao encontro dessa terapia na busca de formas de como desintoxicar o corpo e melhorar a saúde. Encontrei bastante conteúdo a respeito, então comecei a praticar. Senti resultados logo na primeira semana, como por exemplo uma grande redução do tártaro e um leve clareamento, então percebi que nunca mais precisaria de dentista, a não ser que eu sofresse um acidente e quebrasse meus dentes, mas eu sou bastante prudente, respeito o sinal de trânsito e olho para os dois lados da rua quando vou atravessar. rss

Durante esses anos eu ganhei bastante experiência nesse assunto e comecei a confrontar muitos artigos escritos a respeito dessa técnica, muita coisa não fazia sentido, alguns artigos chegavam a ser fantasiosos, cheio de “achismos” e especulações, sem contar que nenhum explicava o que realmente acontece com o corpo no momento do bochecho com o óleo. Foi quando eu resolvi fazer uma pesquisa profunda para descobrir até onde tudo isso era verdade, e claro, testar tudo em mim. Tive muitos acertos, mas também tive alguns erros, mas nenhum erro relacionado com a Terapia do Oil Pulling, pois essa é uma terapia simples e sem reações adversas, pode ser feita por qualquer um, de qualquer idade.

Afinal, o que é a Terapia do Oil Pulling?

A terapia é muito simples: basta pegar uma colher (sopa) de um óleo de sua preferência (oliva, coco, gergelim ou girassol) e bochechar por toda a sua boca, em seguida você precisa cuspir o óleo. Os detalhes vêm a seguir:

  • É preciso bochechar o óleo por 15 minutos – pode ser até três a cinco minutos para mais ou para menos. Este ponto é muito importante para que a terapia tenha sucesso. Se você bochechar o óleo por menos do que 5 minutos a terapia não irá funcionar muito bem; se você bochechar por muito mais do que 20 minutos você corre o risco de reabsorver as bactérias e toxinas.
  • É preciso bochechar e agitar o óleo por toda a sua boca até que se transforme em uma consistência leitosa.
  • É preciso que você faça o óleo passar entre todos os dentes, lado a lado, e por todas as partes da gengiva, várias vezes.
  • É preciso ter cuidado para não engolir o óleo. Engolir um pouco não tem problema, mas engolir o óleo significa que você estará ingerindo coisas que está tentando se livrar.
  • Uma vez feito os 15 minutos é preciso cuspir todo o óleo na pia ou no vaso sanitário.
  • Logo em seguida faça um bochecho rápido com água, faça um gargarejo e cuspa novamente.
  • Use um raspador de língua para remover o revestimento branco da língua.
  • Para finalizar escove os seus dentes, passe fio-dental e faça um bochecho com bicarbonato de sódio, se quiser.

Como surgiu a Terapia do Oil Pulling?

Primeiramente, acho interessante explicar esse nome “americanizado”. Oil Pulling, traduzido ao pé da letra para o português, significa: “Puxando o óleo”. O termo mais conhecido em português é a “Terapia do Óleo”, mas poucas pessoas conhecem-no por esse nome, dessa forma, usar Oil Pulling é melhor e será facilmente compreendido.

A Terapia do Oil Pulling vem da medicina indiana Ayurvédica, em que diz que essa terapia serve para desintoxicar os órgãos internos do corpo. A medicina Ayurvédica alega que bochechar o óleo na boca ativa enzimas e tira as toxinas do sangue, bem, isso é meio verdade, veremos logo a seguir com mais detalhes.

Realmente ocorre uma desintoxicação com a Terapia do Oil Pulling?

Eu nunca fui muito convencido de que a Terapia do Oil Pulling faz uma desintoxicação no organismo, como é mencionado na medicina Ayuverdica, mas de qualquer forma, eles mesmos se perdem nessa parte, pois alguns artigos dessa medicina nomeiam o Oil Pulling como apenas um “bochecho simples”. Mas isso não importa, estamos aqui para ver se realmente essa técnica funciona ou não.

Não existe uma técnica capaz de desintoxicar todo o organismo, para cada órgão é preciso usar uma técnica diferente; por exemplo, para limpar o intestino é preciso usar uma técnica (pode ser a irrigação intestinal e laxantes), para limpar o fígado é preciso usar outra técnica (pode ser a Limpeza do Fígado e da Vesícula ou qualquer outro protocolo parecido), para limpar o sangue, outra técnica, e por aí vai. Portanto, não existe nada capaz de limpar todos os órgãos do corpo humano de uma única vez.

De qualquer maneira eu não poderia evitar de entrar em conflito comigo mesmo quando eu lia depoimentos de curas de doenças que não tinham relação nenhuma com a saúde bucal, pelo menos não diretamente. Foi o que me fez pesquisar mais a fundo e descobrir o que realmente estava acontecendo.

Somente para finalizar essa parte, eu gostaria de deixar claro que eu concordo com apenas um ponto no que diz ser uma “desintoxicação”. Quando você faz o bochecho com o óleo (ou até mesmo com água) por 15 minutos, você está fazendo uma auto-massagem linfática. Dessa maneira, movemos os músculos da face e então movemos a linfa; mas isso é apenas uma teoria minha.

Benefícios relatados com a terapia.

O que eu tenho visto por aí é uma lista muito grande e meio fantasiosa, mas, de qualquer forma, segue o que a Terapia do Oil Pulling pode supostamente curar: doenças e problemas bucais no geral, articulações rígidas, alergias, asma, açúcar elevado no sangue, constipação, enxaqueca, bronquite, eczema, doenças pulmonares, leucemia, artrite, meningite, insônia, menopausa (problemas hormonais), câncer, AIDS, infecções crônicas, varizes, alta pressão arterial, diabetes, pólio, calcanhares rachados, dores de cabeça, bronquite, dores de dente, trombose, úlceras, doenças intestinais, cardíacas e renais, e encefalite.

Não estou dizendo que a terapia não é capaz de curar esses problemas, mas a verdade é que a maioria dos benefícios da Terapia do Oil Pulling é causado pela eliminação dos problemas e doenças da boca, principalmente as doenças da gengiva.

Esse é o nosso ponto, e é a partir disso que eu vou começar a discutir agora.

Agora é que são elas… (entendendo como funciona).

Neste exato momento existem mais de 500 espécies de bactérias na sua boca, algumas benéficas e outras prejudiciais, é aquele velho ditado (se não puder ajudar, atrapalhe \o/).

Leia também: Probióticos não são necessários. Conheça os Somatides.

São essas bactérias que formam a placa nos seus dentes (a porta de entrada para muitos problemas de saúde). Quando os sais minerais da saliva se combinam com a placa, formam-se depósitos duros conhecidos como tártaro, que não podem ser removidos apenas com a escovação. Placas podem se acumular na sua linha da gengiva, onde até mesmo mais bactérias podem se acumular no espaço entre os dentes e gengivas. As toxinas produzidas por essas bactérias da placa irritam as gengivas e as deixam inflamadas e sangrentas (chamado de gengivite). Isso faz com que as gengivas se separem dos dentes, formando espaços entre os dentes e a gengiva (bolsas) que se tornam infectadas. Na imagem a seguir você irá conseguir entender melhor:

Untitled-1-01

As toxinas produzidas pelas bactérias e a infecção nessas “bolsas” também podem estimular uma resposta inflamatória crônica na qual os tecidos e ossos que suportam os dentes são quebrados e destruídos. Conforme a doença progride, as bolsas aprofundam junto com o aumenta da inflamação e a infecção e mais tecido gengival e osso são destruídos. Isso é chamado de periodontite.

Na periodontite a conexão entre os dentes, gengivas e mandíbula é quebrada, na verdade seu maxilar e os ligamentos que sustentam os dentes para seu maxilar são literalmente devorados. Isso é uma coisa muito séria e que você deve se preocupar! Muitas vezes esse processo destrutivo tem sintomas muito leves (no início), de modo que muitas pessoas não sabem que sofrem disso. O que acontece no final é o afrouxamento da gengiva dos dentes e, eventualmente, o afrouxamento dos dentes do maxilar, para não mencionar o mau hálito e um risco crescente de doenças crônicas, tais como: artrite reumatóide, doença respiratória, diabetes, alzheimer e doença cardíaca.

Como as bactérias da boca podem ter tanto impacto nas outras doenças do corpo?

Uma vez que as bactérias têm um terreno fértil nas bolsas das gengivas ao redor dos dentes, elas podem se proliferar com muita velocidade. Um simples teste de saliva irá mostrar a presença dessas bactérias. Levando em conta quantas vezes por dia você engole a saliva, não é difícil imaginar que essas bactérias podem migrar para todo o resto do corpo. Algumas dessas bactérias fabricam toxinas que nem o ácido do estômago é capaz de destruir, isso com certeza é um grande problema. Na verdade, as toxinas que são produzidas pelas bactérias não precisam nem se quer passar pelo trato intestinal, muitas são absorvidas por via sublingual através dos capilares da sua boca, caindo diretamente na corrente sanguínea.

Qualquer infecção de bactérias na boca pode ser facilmente transmitida por todo o corpo. A cada vez que você engolir a sua saliva, mais e mais bactérias começarão a fazer a festa dentro de você! “Ah… mas então é simples, é só não engolir a saliva, começar a cuspir tudo” NÃO! rss Não adianta evitar de engolir a saliva, pois mesmo assim você ainda irá absorver os subprodutos das bactérias (toxinas) por via sublingual.

Tudo isso sobrecarrega muito o organismo e principalmente o sistema imunológico, deixando-o menos capaz de lidar com outras ameaças infecciosas que sempre aparecem no decorrer da vida.

Depois de entender tudo isso, é fácil ver que se você conseguir eliminar todas essas bactérias nas bolsas das gengivas e interromper o fluxo de veneno no seu corpo, melhorias milagrosas na sua saúde irão aparecer. Definitivamente isso tem nada a ver com desintoxicação, isso é nada mais do que o trabalho da Terapia do Oil Pulling de eliminar essas bactérias da boca.

O problema é que as pessoas realmente acham que suas rotinas de higiene bucal é o suficiente para lidar com tudo isso, elas acham que escovar os dentes com pasta de dente, passar o fio-dental e usar bastante enxaguante bucal irá resolver a situação. Tudo isso não alcança as bactérias que estão dentro das bolsas das gengivas, somente o bochecho com óleo tem o poder de “puxar” essas bactérias de dentro dessas bolsas.

Faça regularmente a Terapia do Oil Pulling e tenha uma saúde bucal perfeita.

Siga-me no Facebook para ficar por dentro das minhas postagens: Diórgenes Tochetto.

AVISO LEGAL-01

47 Respostas para “Terapia do Oil Pulling – O segredo para uma saúde bucal perfeita.

  1. Estou tentando fazer o oil pulling, mas os 20m de bochecho é-me penoso, mas há que habituar! obrigada pela clareza da explicação!

  2. Muito legal a matéria e estou em uso de medicamento devido a uma gengivite crônica; agora em uso do óleo de girassol q já conhecia, mas com o tempo esquece! Excelente explicação!

    • Muito bem, Nair! Excelente matéria, realmente nos esquecemos de fazer o uso da “Terapia do Oil Pulling”. Interessante, me lembrei ontem do bochecho com o óleo, agora. . . . . . . . . E FAZER USO!!!

  3. Olá,
    Como eu já aprendi contigo 🙂 tenho muito a agradecer-te.
    Comecei a fazer oil pulling faz somente 4 dias e é incrivel mas ja sinto diferença. Eu faz muito tempo que procuro alternativas à pasta de dentes pois acho que elas n me ajudam mm lavando diariamente os dentes n me sentia saudável e o aparecimento de tartaro é uma constante. Estou super contente pois com o oilpulling e esfregando os dentes sem pasta fico com os dentes limpos e com aquela sensação de dente lisinho e limpo.
    Agora tenho é uma perguntinha: eu n confio nas pastas de dentes e tenho 2 filhos pequenos ( 18 meses e quase 5 anos) ambos com dentes super saudáveis mas usando pasta de dentes, embora seja a mais natural que encontrei, sem adição de fluor e aqueles sabores a guloseima. (Que eu acho ridiculo) Mas queria tentar algo mais natural, você conhece algum tratamento natural que seja aplicado em crianças?

    • Olá Sofia, fico muito feliz por o meu artigo ter sido útil para você! 🙂
      Bem, como você mesma comentou, escovar os dentes sem pasta já é ótimo, aliás, a pasta de dente só serve mesmo para facilitar a escovação, ela não mata as bactérias e nem evita o tártaro, muito diferente do oil pulling, não é mesmo? rss
      Eu não uso pasta de dente já tem muito tempo, o que eu uso no lugar da pasta de dente é algumas gotinhas de óleo de copaíba que tem um alto poder anti-bacteriano. O gosto é um pouco ruim, tem que ver se os seus filhos que são pequenos irão se acostumar. Também existem algumas receitas naturais de pastas pela internet, mas cuidado com o bicarbonato de sódio que tem na maioria dessas receitas, eu só recomendo usar o bicarbonato de sódio junto à escovação 1 vez por semana, mais do que isso irá desmineralizar os dentes. Fazer bochecho com o bicarbonato de sódio está liberado! \o/
      È isso sofia… essas pastas de dente possuem até mesmo açúcar na composição, o inimigo número 1 dos dentes! Portanto, é muito melhor escovar os dentes apenas com a escova mesmo e passar o fio dental.

      Até mais. 😉

  4. Diórgenes, conheço esta terapia, há anos, mas a pessoa que me ensinou indicou o uso do 70% óleo de rícino, 10% de copaiba , 10% de andiroba e 10% óleo de macadâmia.. Ele era um professor de homeopatia de uma faculdade do nordeste. Até curas de câncer bucal, foi constatado com esse bochecho de 3 em 3 horas.
    ele tem tudo arquivado e documentado,mas forças ocultas o impediram de divulgar as pesquisas e os resultados.

  5. A mais de 15 anos me foi recomendado fazer esse bochecho com oleo,,e eu ja tinha acostumado com isso,,,,mas acabei abandonando nem sei porque,,ao tomar novamente conhecimento atraves de voce,,voltei a faze-lo todos os dias,,,quem me indicou fazer foi o professor Jaime Bru,,,,,,,,,esqueci,,,rs em consulta que fiz com ele em Americana, interior de SP,,,,ele so recomendou que fosse feito de manha,,,para que toda mucosa acumulada na boca durante a noite,,fosse eliminada ao fazer o bochecho,,nao podemos engolir o que resulta do bochecho por conter tudo que tem que ser jogado fora do nosso organismo,,,,,abraços

  6. Pingback: Probióticos não são necessários. Conheça os SOMATIDES. | Diórgenes Tochetto·

    • Olá, Elizabeth.
      Acredito fortemente que não, pois apenas os óleos têm o poder de puxar as bactérias das bolsas gengivais e não as deixarem voltarem para o mesmo lugar até o momento em que você cuspir o óleo. Os líquidos não conseguirão fazer com que essas bactérias não se prendam novamente nas paredes da gengiva enquanto você faz o bochecho.
      Até mais. 🙂

      • Entendi perfeitamente, Diórgenes, obrigada! Comprei o óleo de côco e queria saber se uma colherzinha de café é suficiente para a limpeza bucal diária de 20 minutos. Bjão!!!

      • Uma colherinha de café ou chá é pouco. O indicado é uma colher de sopa. Até mais. :*

  7. Boa noite,
    Uso aparelho ordontolotico e gostaria de saber se causa algum dano a eles ou a sua cola que é usado na colagem deles, pesquisei bastante sobre isso, mas sem sucesso, quero tentar esse tratamento de oil pulling, mas ainda tenho receio a esta parte.

    Agradeço desde já.

    • Olá. Pode fazer sem preocupação pois até o ato de escovar é mais agressivo para o aparelho do que o bochecho com o óleo. Até mais. 🙂

    • Olá, Fábio. Poder, pode. Mas prefira ter em casa o óleo de girassol (aquele baratinho do mercado) pois é menos pior que o óleo de soja. Apenas para fazer o bochecho, ok?

  8. Oba! Anteriormente fiz com o ÓLEO DE GIRASSOL, comprado no supermercado e me informaram que perdi tempo! Posso então usá-lo Diórgenes Tochetto? Obrigada e grande abraço.

  9. Com dois dias de uso do bochecho como indicado, minha gengiva desinchou. Fazia dois anos que estava inchada. vermelha e dolorida. Muito obrigada

  10. Boa noite.
    Fiquei com duvidas: o oleo deve ser misturado a agua p fazer o bochecho ou direto? E o azeite d oliva tb pode ser usado?
    No caso do bicabornato uma colher d sopa e suficiente?
    Muito obrigado

  11. Oi Diórgenes!
    Tenho feito bochecho com o óleo de girassol prensado a frio(as primeiras vezes usei óleo de oliva)por 20 minutos, mas quando cuspo o liquido nunca está branco,está sempre amarelo.Já fiquei por 25 minutos e também15 e não deu certo.Precisa realmente ficar branco? Será que estou movimentando pouco ou muito o óleo na boca?Não li no teu artigo informação que diz que precisa ser cuspido branco,li isto em outros blogs… O quê estou fazendo de errado? Continuo fazendo mesmo com o óleo estando amarelo?
    Ah,mesmo assim sinto minha gengiva bem firme…
    Muito Obrigada.

    Marília.

    • Olá, Marília.
      Não existe essa ligação: óleo branco = bactérias.
      Se você bater o óleo no liquidificador, também ficará branco.
      Talvez a marca do óleo que você está usando tenha algo que não permita essa transformação (meu palpite). Experimente trocar de marca.
      Continue fazendo, o importante é dar resultado.

      Até mais. 🙂

  12. Olá Diógenes
    Vi sua matéria quando procurava uma solução para o meu problema.
    Tenho apenas 29 anos e fui diagnosticada com periodontite,num estágio um tanto avançado. Pois meus dentes estão ficando moles e temo em perdê-los. Gostaria de saber se com o uso contínuo do óleo de girassol eu teria uma possível chance de cura. Será que meus dentes ficarão mais firmes evitando assim a perda do mesmo?
    Desde já agradeço,você está de parabéns!

  13. Ola diorgenes pesquisando sobre o oleo de ricino acabei caindo na sua pagina. Acabei de ler este seu post sobre saude bucal. Sou dentista e sou extremamente aberta a terapias comolementares na odontologia. Entretanto, muito me assusta você dizer que com esse bochecho você nunca mais precisará ir ao dentista. Isso não é verdade, pois sabemos que os problemas bucais vão muito além de uma gengivite ou uma “periodontite”. Acredito sim que esse tratamento possa ajudar, mas SEMPRE aliado ao acompanhamento de um odontólogo, já que os tártaros dentro das bolsas periodontais nao se “descolam” apenas com o bochecho dos óleos. Existem outros protocolos de tratamento para isso. Fica a dica.

    • Olá.
      No artigo eu comento que “EU” percebi que não precisaria mais de dentista, já que o meu problema era apenas acumulo de placas, ok? rss
      Eu tive outros problemas como cáries, por exemplo; curei tudo naturalmente com um protocolo específico de remineralização dental.
      Claro que dentistas são importantes, mas muita coisa precisa ser mudada (evoluída).
      Até mais. 🙂

    • Perfeito!
      Acredito que a união dos conhecimentos seja a verdadeira solução para o que chamamos de saúde integral. Como a própria palavra diz: “integra” conhecimentos. Eliminar, seria o caminho oposto!

      Bela colocação e belo artigo!

      Gratidão pela troca!

  14. Boa noite,
    Gostaria de saber se depois do bochecho com o oleo de girassol, posso escovar os dentes, ou posso fazer bochecho com bicabornato de sódio.
    Grata

  15. Olá Diórgenes,
    Tenho língua branca e pesquisando aqui na net achei seu site e gostei muito do que li, eu raspo a língua com removedor mas não sai tudo e no dia seguinte sempre tenho que raspar de novo, qual óleo vc me indica pra eu fazer o bochecho ? óleo de girassol é o melhor ?devo fazer 2 x por dia por 15 minutos ? grata desde já.

  16. Boa tarde, gostaria de saber qual e o melhor óleo pra fazer o bochecho, posso fazer com o óleo de girassol pela manhã e a tarde com óleo côco.
    Grata

  17. Pingback: Oil Pulling 101 | My Ordinary Adventureland·

  18. Pingback: Pasta de dentes em pó | Fita de Viés·

  19. Tenho uma ressalva. Penso que o melhor é descartar no lixo, já que no vaso ou pia, influencia na questão da contaminação da água. No mais, adorei o conteúdo.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s