Meditar após a musculação pode ajudar a ganhar músculo.

Quando você está malhando o seu corpo recebe uma mensagem de estresse, afinal de contas, a musculação, evolutivamente falando, é uma modalidade que foi adicionada as nossas rotinas há pouco tempo, ou seja, praticar musculação sem se preocupar em gerir o estresse, pode levar a uma resposta hormonal desfavorável ao ganho de massa magra.

O estresse crônico aumenta o cortisol e baixa a testosterona e o hormônio do crescimento, levando a um estado catabólico; durante o catabolismo você não conseguirá construir músculo.

O cortisol é uma resposta natural do organismo ao exercício físico de alta intensidade, como é o caso da musculação. Sem o cortisol você não conseguiria construir massa magra; por outro lado, muito cortisol também não é interessante, uma vez que é um hormônio catabólico (quebra proteínas).

Novas pesquisam sugerem que a meditação, que sempre foi conhecida por diminuir o estresse e aumentar o foco, pode levar a uma resposta hormonal favorável à construção muscular.

Um estudo, com voluntários entre 18 e 34 anos, mediu as alterações basais dos níveis de quatro hormônios: cortisol, hormônio do cresimento (GH), hormônio estimulante da tireoide (TSH) e testosterona. Os voluntários do estudo foram divididos em 2 grupos: um grupo controle (que apenas fizeram exercícios de relaxamento, por 4 meses) e outro grupo que meditou, também por 4 meses.

Antes e depois do período de meditação os pesquisadores submeteram os voluntários a um teste físico e mental estressante. Antes e depois do teste os pesquisadores mediram o nível sanguíneo dos indivíduos testados para os 4 hormônios anteriormente mencionados. No pré e pós-teste o sangue foi retirado continuamente através de um cateter permanente e amostras de plasma ou soro foram congeladas para análise posterior por radioimunoensaio. Os resultados mostraram mudanças significativamente diferentes nos dois grupos para cada hormônio ao longo dos 4 meses.

Após 4 meses, no grupo que meditou, depois de fazer o teste, houve uma diminuição sanguínea do cortisol e elevação do hormônio do crescimento em comparação ao grupo que foi instruído a apenas relaxar. Além disso, os níveis de testosterona dos indivíduos que apenas fizeram os exercícios de relaxamento diminuíram durante o teste, enquanto que o nível de testosterona do grupo que meditou permaneceu o mesmo. 

Os resultados do cortisol e da testosterona parecem apoiar dados anteriores sugerindo que a prática repetida da meditação reverte os efeitos do estresse crônico. Considerando que a musculação é um “esporte” estressante, a prática da meditação pode ter resultados reais na construção muscular, baixando os hormônios catabólicos e aumentando os níveis de alguns anabólicos após a pratica.

Siga-me no Facebook para ficar por dentro das minhas postagens: Diórgenes Tochetto.

AVISO LEGAL-01

Referência:

Uma resposta para “Meditar após a musculação pode ajudar a ganhar músculo.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s